Filhote de Lhasa-apso o “Floquinho” da vida

O Lhasa-apso é uma raça originaria do Tibet (China). Ele foi criado por monges budistas, para serem cães de guarda para proteger seus templos e monastérios. Os antigos monges chineses achavam que, quando o dono de um lhasa-apso morria sua alma entraria no corpo do animal até sua próxima reencarnação.

Os lhasa-apsos eram considerados cães sagrados e só podia ser criado pela nobreza, além disso, ele não podia ser exportado do país, a não ser que fosse um presente do Dalai Lama. Desde o inicio da dinastia Manchu, até

Lhasa Apso
Lhasa Apso img: pixabay

recentemente, o Dalai Lama mandava lhasa-apsos como presente sagrado para o imperador da China. Até que, o 13º Dalai Lama presenteou o pesquisador e observador naturalista C. Suydam Cutting com um casal de lhasa-apsos. E foi assim que os nossos “floquinhos” foram parar na América do Norte. Suydam utilizou o casal de lhasa-apsos para iniciar a criação dessa raça nos Estados Unidos. O lhasa-apso foi aceito como raça oficial pelo American Kennel Club em 1935. Algo muito interessante a se adicionar, o lhasa-apso é considerado uma das raças mais antigas do mundo.

Fonte: http://portaldodog.com.br

Temperamento do Lhasa-Apso ou Lhasa, Abso Seng Kye

O filhote de Lhasa, é bem esperto, ocupando a posição de 68º na lista dos cachorros mais inteligentes do mundo! É tão esperto que com 10 semanas de idade já pode aprender tudo o que lhe for ensinado. Curiosos e cheios de energia os “mini floquinhos” gostam de brincar. Apesar de inteligente o pequenino pode não realizar tudo que mandam, graças a sua independência. É muito protetor, e desconfiado com estranhos o que lhe torna um ótimo cão de guarda, mesmo com seu pequeno porte. Ele gosta muito de ficar com a família, é boa companhia para crianças (porém com crianças pequenas, ele pode não ter tolerância com alguns comportamentos e precisa de supervisão). Se adapta bem a espaços pequenos, como apartamentos pois não precisam de muito exercício.

O Lhasa-Apso e o adestramento

O lhasa tem tendência a latir, mas com treinamento adequado, obedece a ordens de silêncio. Como citamos antes ele é independente e tem temperamento forte, então se não mostrar autoridade ele tentará ser o líder, então mostre autoridade no treinamento, mas nada de violência!

Lhasa Apso
Lhasa Apso

O nosso pequeno “Floquinho” acha que é um cão de grande porte! Dá para acreditar! A fama deve ter lhe subido a cabeça, porque é um dos cachorrinhos mais queridos do Brasil (além de ser um astro dos gibis). Ele também será filhote por muito tempo, porque como os Boxers, os nossos “astros” amadurecem devagar.  Apesar de seu temperamento forte e instinto protetor, é uma ótima companhia.

 

Cuidados com o Filhote

Agora vamos falar dos cuidados a se tomar com o filhote. A primeira coisa que é necessária independente da raça do filhote é manter as vacinas em dia.

Leia Mais sobre Cuidados com os Filhotes de cachorros

Cuidados com a Pelagem do filhote de Lhasa-Apso

lhasa-apso-o-floquinho
lhasa-apso-o-floquinho

Outro fator importante para o Lhasa-Apso é sem dúvida sobre os cuidados com o pelo. Banhos frequentes são necessários (a cada 2 ou 4 semanas) para manter seu filhote cheiroso.

 É preciso desfazer os nós antes do banho, senão ficará impossível desfazê-los. A escovação dos pelos é necessária para livrar os filhotinhos de nós e emaranhados, deve ser realizada pelo menos a cada dois dias, sendo que o ideal é escovar todo dia.

A tosa é um fator importante entre os cuidados com o pelo, é possível deixar o pelo do Lhasa – apso longo e liso ( como nos gibis ) ou deixar o pelo curto ( que ainda assim continuará com seu charme que engana muita gente). Independentemente da escolha estética, é sempre necessário, uma tosa higiênica, e o ideal é tosar o pelo ao redor dos olhos, porque se deixar os pelos nessa região, atrapalhará a visão do seu filhote. Outra razão para ter cuidado, são os pelos das patas, se ficarem muito grandes, seu filhote pode ter muitos escorregões.

Cuidados com os olhos do Lhasa-Apso

Os olhos do Lhasa  devem ser claros sem vermelhidão ou secreção, Os olhos do “Floquinho”, assim como os de todos os Lhasa devem ser limpos com um algodãozinho molhado diariamente, já que são sensíveis a inflamação.

Como cuidar dos ouvidos do filhote?

Os ouvidos devem ser verificados semanalmente, para ver se não há vermelhidão ou mal odor, e havendo pode indicar inflamação, aproveite também para limpar as orelhinhas com uma bolinha de algodão umedecido com pH equilibrado indicado pelo veterinário. Orelhas limpas ajudam a evitar infecções.

ATENÇÃO: não insira nada dentro do canal auditivo, só limpe a orelha externa.

Unhas e dentes

Apare as unhas do filhote 1 ou 2 vezes por mês , se não tem experiência , peça a um tosador ou a um veterinário para realizar o procedimento. As unhas ,quando cortadas muito curtas, podem sangrar, seu filhote sentirá muita dor e pode ficar traumatizado, não colaborando da próxima vez.

A escovação de dentes do pequeno deve ser realizada pelo menos duas ou três vezes por semana para remover a formação de tártaro e bactérias que ficam no interior.  A escovação de dentes diariamente evita doenças de gengiva e mau hálito.

Verifique se há feridas, erupções cutâneas ou sinais de inflamação, como vermelhidão, sensibilidade ou inflamação de pele, principalmente no focinho, na boca, nos olhos e nas patas. Lembre-se “melhor prevenir do que remediar”.

Comece todos os cuidados desde esta fase assim, quando estiverem adultos já estarão acostumados.

Saúde do Lhasa-Apso

Nosso filhote tem saúde de ferro, mas como todo cachorrinho, tem tendência a algumas doenças. O lhasa é propenso a ter alguns problemas de pele, como irritações. Dermatites e picadas de pulgas não são incomuns na raça, então sempre fique atento.

Inflamações no ouvido, caso tenha grande contato com a água.

Alguns deles podem ter displasia da anca,  problemas renais, ulceras, luxação da patela, entrópico, e hipoplasia renal cortical.

Como já citamos antes, olhos sensíveis pertencem aos lhasa –apsos. Devido a essa característica eles podem ter problemas de saúde como, Atrofia Progressiva da Retina.

Não é incomum que eles tenham o hábito da coprofogia (é o hábito de  ingerir as próprias fezes)  mas remédios podem ajudar.

É muito importante citar que eles são Braquicefálicos, (focinhos achatados) então nada de viagens de avião, devido a dificuldade de regular a temperatura corporal, e a respiração.

Conheça mais filhotes de focinho curto;

Características Físicas do Filhote de Lhasa

Uma das melhores coisas a se falar do filhote. Porém não posso falar que todos os filhotes são como os adultos, com os olhos faiscando e revestimento macio, na verdade poucos são assim.

Mas falaremos dos que são como os adultos. Com uma linda pelagem que caracterizam os “Floquinho” , os filhotes apaixonam qualquer um. A pelagem do Lhasa-Apso pode variar entre dourado, areia, mel, cinza escuro, ardósia, cor de fumaça,     particolor, preto, branco ou amarronzado ( verde só nos gibis L). Sua pelagem é: longa, grossa e linda.

Neste canal você encontra mais informações sobre o Lhasa-apso, vale conferir neste video;

https://www.youtube.com/channel/UCvPN8aJfZTiwEjm4JE5-MQQ

Viram como o nosso “floquinho” não é só um rostinho bonito, ao contrário disto este belo rostinho engana a muitos. Exige alguns cuidados , sim, mas tudo vale apena quando se ganha um novo amigo e companheiro leal. História incrível , beleza , inteligência , personalidade e muito carinho definem nosso pequeno “grande” floquinho.

Créditos das imagens: Pixabay

Deixe uma resposta