Filhote de Boxer – sempre filhote não importa a idade

Origem do Boxer

O Boxer foi criado no século XIX, teve origem através do cruzamento do Bullenbeiser com o Buldogue inglês. Foram criados para serem bons caçadores na Alemanha. Os Bullenbeiser  eram utilizados por caçadores de grandes animais, graças a sua força, porte, mandíbula forte e ampla, e ao seu focinho que deixava que ele respirasse com a presa entre os dentes, deixou para o boxer o focinho achatado, dentadura ampla, e força.

Boxer forte para cachorro
Boxer forte para cachorro

O Buldogue inglês, que era frequentemente utilizado na Europa em lutas entre cães e touros, deixou para o Boxer a força, o focinho recuado e a mordida ampla e eficaz para prensar as presas. Desse jeito conseguiram um animal forte, possuidor de um porte atlético, resistente, e ágil .O boxer foi um dos primeiros animais que foram utilizados pela policia alemã.

Créditos da imagem: https://pixabay.com/pt/

Personalidade do filhote de boxer

O filhote de Boxer é bem enérgico, dócil, inteligente, curioso,  alegre, divertido, paciente, forte, alerta, teimoso, leal e carinhoso, sociável, corajoso, tranquilo, brincalhão  , cuidadosos, protetor, se dão bem com outros animais e com crianças, é atencioso, ousado e muito fiel.

É ótimo cão de guarda devido a ser alerta contra os perigos e em caso de extrema urgência pode atacar o invasor, não costuma ser agressivo só age dessa maneira quando ele ou algum membro família está sendo ameaçado, necessitam de espaço para se exercitarem, é um ótimo cão de companhia, é apegado ao dono, late pouco somente para se comunicar e alertar o proprietário, é carinhoso e amável com a família porém não com estranhos. O Filhote de Boxer deve ser socializado com outros animais deste pequenos para se acostumarem, alguns roncam .

O boxer e o Adestramento

Não deixe dúvidas sobre o que pode e não pode no comportamento do filhote de boxer,  se ele não pode fazer algo, seja firme. Ele não irá compreender ‘às vezes’, ou ele pode ou não pode. Os filhotes dessa raça são teimosos e firmes então talvez você tenha que corrigir seu filhote mais de uma vez.

Boxer um filhote brincalhão
Boxer um filhote brincalhão

Deixe claro com o que ele pode ou não brincar. Se ele está mastigando algo que não devia seja firme, os filhotes ( e os adultos ) são brincalhões por natureza, por essa razão falar com um tom leve e divertido não dará certo, ele achará que você está brincando se você  não for firme o suficiente.

Os membros da família devem revezar-se para as atividades como a hora da brincadeira e a caminhada para que o filhote acostume-se com os comandos de cada membro, escolha uma palavra ou expressão chave para utilizar ao levar seu cachorro para fazer as necessidades. Se  usar essa palavra ou expressão desde cedo, o filhote vai aprender a associar com o que ele deve fazer lá fora.

Utilize a palavra consistentemente. Como já foi dito os Boxers são muito inteligentes e irão aprender com rapidez se você repetir, fique de olho no seu filhote quando ele estiver dentro de casa, se ele começar andar em círculos cheirando o chão, provavelmente ele está se preparando para fazer suas necessidades, leve o filhote para fora imediatamente, se ele fizer suas necessidades lá fora de um petisco e um elogio, senão pegue o filhote e em um tom de voz firme diga “NÃO”.

Não tolere comportamentos como, latir enquanto você fala com ele, te incomodar quando você está ocupado, pegar alimento da mesa ou dos pratos, fazer suas necessidades dentro de casa, se afastar quando você o chama ou pular nas pessoas.

Os Boxers tem um desejo muito grande de agradar seus donos, e sua desaprovação  irá desencorajar  o mau comportamento. Fale as palavras no mesmo tom de voz, a mesma expressão facial e a mesma linguagem corporal para indicar que você fala sério.  Fonte: https://pt.wikihow.com/Treinar-um-Filhote-de-Boxer rel=”nofollow”

Saúde do Filhote de Boxer

O nosso adorável Boxer infelizmente está propenso a ter doenças, as mais comuns são:  Doença cardíaca, Displasia de quadril, Hipotiroidismo, Alergia.

As doenças cardíacas  são principalmente: Cardiomiopatia dilatada canina e Estenose Aórtica. Os principais sintomas são: Fadiga excessiva durante o exercício, dificuldade respiratória e a tosse.

Os sintomas da displasia de quadril variam da gravidade e progressão  da doença, no entanto sempre terá mal-estar e dor ao se exercitar, evitando a extensão completa das patas traseiras.

Filhote de Boxer
Filhote de boxer um grande amigo

Boxer e suas Alergias

Os boxers tem tendência a ter problema de alergias. O Boxer é especialmente suscetível  a alergias cutâneas e alimentares, as alergias cutâneas podem se manifestar através de inflamações, vermelhidões, lesões e coceira principalmente.

As alergias alimentares causam: Vômitos, náuseas, diarreia, flatulências, ou perda de peso. É necessário dar ao seu filhotinho de boxer uma ração de ótima qualidade para evitar as alergias alimentares, e também é necessário consultar o veterinário se observar sinais de alergia tanto cutâneas como alimentares.

O boxer também é propenso ao hipotireoidismo, os principais sintomas são: Fadiga, letargia, perda de apetite, aumento de peso e lesões cutâneas. O bom é que o hipotireoidismo pode se tratar com medicamentos. A expectativa de vida do cão da raça boxer é de 8 á 10 anos.

O Boxer branco

Apesar do que muitos acham O BOXER BRANCO NÃO É ALBINO, o boxer branco não precisa ter doenças, mas uma porcentagem elevada dos boxers brancos são surdos, o problema auditivo inicia-se nas primeiras semanas de vida do filhote. Infelizmente a surdez do boxer branco não pode ser tratada.

Cuidados com os filhotes

Primeiramente falarei sobre os banhos do boxer, os banhos devem ser dados com uma frequência de uma semana ou quinze dias, e deve ter cuidado para que não entre água nas orelhas do boxer, e é melhor que ele use shampoos específicos para cachorro ou para o tipo de pelagem, seu pelo é fácil de manter, e só precisa escova-lo para retirar os pelos mortos.

Ele viverá melhor se dividir o tempo entre o quintal e a casa pois precisa se exercitar.

Alimentação do Boxer

Sobre a alimentação, os boxers devem permanecer no seu peso ideal, que diferente do que muitos pensam, é um pouco acima de seu peso, os filhotes necessitam de uma dieta, como os Boxers costumam ser afobados, e por isso é necessário que o dono dê comida e bebida várias vezes ao dia em pequenas quantidades, não deixando a ração a disposição do cachorrinho o tempo todo, também é recomendado que o Boxer seja alimentado em espaços pequenos, para que não saiam correndo logo depois de comer.

Por causa dos focinhos curtos, os Boxers tem dificuldade para resfriar o ar e regular sua temperatura do seu corpo. Especialistas dizem que os Boxers suportam entre 21 e 22 graus celsius.

Características físicas

O boxer é um cachorro de porte médio, pelo curto, denso e brilhante, as cores do seu pelo são: Caramelo, tigrado, bege, vermelho, branco etc, pode ou não ter marcas brancas. Eles são grandes, musculosos, e tem a cabeça quadrada, o filhote, e o adulto, tem uma cara enfezada, mas nem é necessário dizer que de enfezado só tem a cara. ( com a família, não com os estranhos), O Boxer é da família dos Braquicefálicos ( raças de focinho curto).

leia mais sobre a Síndrome dos Braquicefálicos

Agora você conhece os prós e contras desse filhote. Mas nunca se esqueça que, ao adquirir um filhote , vem também “grandes responsabilidades”.  Saiba mais sobre Filhotes de cachorros

Deixe uma resposta