Cuidados com os Filhotes

Um cachorro é sempre uma nova alegria para a casa, desde de muito pequenos já se tornam parte da família. O filhote é sempre o centro das atenções, engraçadinho, desengonçado e brincalhão, são grandes competidores dos bebês, no quesito fofura.

É muito comum quando se decide adotar ou comprar um cachorro que as pessoas o procurem filhote, muitas garantem que a adaptação da família e do animal será melhor, os cuidados com os filhotes serão menores, entre outros motivos, os pequeninos são os mais procurados.

Como cuidar dos Filhotes

Cada raça tem o seu estilo, um pêlo diferente, uma personalidade mais calma ou mais forte e na medida que as

cuidados do filhote de cachorro
Cuidados básicos com o filhote

mudanças e as características do cachorro vão aparecendo, mais parecido com seu dono ele se torna. Este é um ponto muito positivo, quando se pensa em tipos de animais de estimação, os cães acabam aderindo a comportamentos típicos de seu dono e da casa, tornando ainda mais forte o laço entre ele e seu(s) dono(s).

Porém existem alguns cuidados com os filhotes que precisam ser tomados para garantir a saúde, bem estar e a felicidade do seu animalzinho. Um filhote exige uma atenção bem maior, por estar em fase de adaptação, ele ainda está conhecendo o seu corpo, sua força e o espaço a sua volta, por isso o dono será o seu principal auxiliar na missão de mostrar-lhe o que é certo e errado e para torná-lo confiante em si e nas pessoas que o rodeiam.

Veja a seguir, alguns cuidados com os filhotes, que precisam da sua atenção.

Quando devemos vacinar o cachorrinho?

As vacinas são imprescindíveis para garantir a saúde do cãozinho, mas devem ser ministradas por um veterinário, nunca em casa ou em balcões de pet shop. Durante o período de vacinas, não deixe seu animal em contato com outros animais não vacinados.

Em seus primeiros 45 dias de vida, o filhote precisa tomar a primeira dose da vacina déctupla, v10 ou polivalente, que protege o filhotinho contra doenças como cinomose, parvovirose, leptospirose, parainfluenza, entre outras. São 3 doses desta vacina que devem ser ministradas em um intervalo de no máximo 30 dias.

sempre procure um vetrinário
Mantenha as vacinas do seu amigo em dia

E a lista não fica por aí. Com 4 meses o cão deve tomar a anti-rábica, a vacina de leptospirose deve ser reforçada a cada 6 meses, duas doses da vacina contra a gripe canina e duas doses da vacina contra giárdia, lembrando que elas são administradas durante os primeiros 6 meses, entre primeiras doses e reforços.

Filhotes precisam de banho?

Os cuidados com os filhotes não ficam restritos apenas a medicamentos, a hora do banho também merece uma atenção especial, a começar pelos produtos utilizados no cachorro. Procure sempre banhá-lo com água morna e higienizá-lo com produtos específicos para ele.

Algodão nos ouvidos, cuidado com os olhos e secá-lo muito bem são apenas alguns cuidados essenciais que podem evitar uma porção de dores de cabeça. E lembrando, os banhos devem ter um intervalo de 15 dias, pois a frequência menos espaçada pode causar dermatite e alergias.

Alimentando o cãozinho corretamente

alimentado seu pequeno
Alimentação adequada faz toda a diferença

Antes de mais nada procure saber qual é a alimentação que o cachorro já faz e tente mantê-la pelo menos nos 15 primeiros dias, a mudança brusca na alimentação pode causar diarréia e vômitos.

Quando a alimentação por ração já for possível, procure oferecer aquelas mais voltadas a sua idade e raça, pois ajudam a manter a aparência forte e bonita do cão e educa sua alimentação para o consumo deste tipo de alimento, mais saudável e típico a ele.

Brincar, chorar e muito mais

O ambiente é novo, os donos são completos estranhos e tudo é muito diferente de quando estava no aconchego da barriga da mãe, por isso no início eles estranham mesmo. Choram durante a noite, são tímidos e assustados com tudo, mas com o tempo e o amor que receberá, logo estará mais do que adaptado.

Brincar e dar carinho ajuda nesta adaptação, mostra ao animal que ele é querido e que não precisa ter medo, mantém a confiança e firmar o laço entre vocês. Os cuidados com os filhotes são extensos e exigem muita paciência e atenção, mas são eles que irão garantir uma estabilidade, segurança e bem estar ao animal.

E saiba, caso você vá adotar ou comprar um filhote, ele deve ser separado da mãe apenas após 8 semanas de vida, quando estão mais fortes do que no nascimento e podem receber cuidados longe da mãe.

vai adquirir um filhote de cachorro? conheça as peculiaridades de cada raça de cachorro. http://filhotesdecachorros.com.br/

Deixe uma resposta